A luz azul presente nas telas dos equipamentos modernos (celular, computador, tablet e TV) quando em excesso, pode prejudicar a saúde da visão.

A luz azul está presente em quase todos os ambientes, está presente na luz do sol e também nos ambientes iluminados pelas lâmpadas de LED e também nas telas dos equipamentos modernos (TV, monitor do computador, celular e tablet.)

Os dispositivos com telas que emitem a luz azul são cada vez mais comuns no dia-a-dia de pessoas de todas as idades, desde crianças pequenas à terceira idade, afinal, o despertador foi substituído pelo celular e livros substituídos por tablets.

Os equipamentos modernos que emitem luz azul somados a iluminação artificial, fazem a exposição à luz azul crescente e constante e podem comprometer a saúde da visão.

Nos olhos, a luz azul é essencial porque desempenha função importante na percepção visual, no entanto, altos níveis de luz azul podem ser prejudiciais. A luz azul é a única a atingir a retina, mais precisamente a mácula lútea onde está localizada a maior concentração de fotorreceptores responsáveis pela visão central e pela alta resolução visual. A exposição contínua à luz azul leva a danos e provoca a formação de radicais livres, provocando danos oxidativos na retina.

A retina danificada não pode ser regenerada e nem substituída, em caso de dano, desencadeia uma exposição maior dos olhos à luz azul e a outros fatores ambientais, possibilitando um risco à saúde da visão.

Para diminuir esses riscos, é importante diminuir o tempo de exposição à luz azul e consumir alimentos antioxidantes, principalmente carotenoides, que a longo prazo podem atenuar os danos causados por essa radiação.

A Luteína e a Zeaxantina são carotenoides antioxidantes que tem função de filtrar a luz natural e artificial, contribuindo assim para a saúde da visão.

Os carotenoides não são sintetizados pelo organismo e por isso devem ser obtidos pela alimentação e de preferência com alguma fonte de gordura para melhorar a absorção. A gema do ovo é uma das melhores fontes de luteína e zeaxantina. Os vegetais de folhas verdes escuras oferecem maior concentração de luteína, enquanto os vegetais e frutas de cor laranja e amarela oferecem alta concentração de zeaxantina.

Conheça o canal da Anew no Youtube.com/AnewBrasil

Vídeos sobre saúde, alimentação e palestras ao vivo.

Lutenew Z